Boldo – Tipos, Chás e benefícios

As possibilidades de você nunca ter ouvido falar sobre o boldo, seu chá, ou seus benefícios para a saúde são muito pequenas. Mesmo assim, preparamos um artigo repleto de informações sobre esse assunto, acompanhe.

Certamente você já ouviu ao menos uma vez uma pessoa falando sobre o chá de boldo ser ótimo para tratar determinada doença ou problema. De fato, esta é uma planta medicinal muito popular no Brasil e eficaz para questões como má digestão, por exemplo.

No entanto, mesmo sabendo que se trata de uma erva benéfica, nem todas as pessoas conhecem exatamente os benefícios do boldo, os tipos existentes e como o chá deve ser preparado. Para esclarecer essas questões, preparamos esse artigo, acompanhe.

Boldo – Conheça todos os tipos dessa planta medicinal

Tipos de Boldo

Uma das plantas mais famosas no tratamento de problemas relacionados ao fígado e má digestão, certamente é o boldo. No entanto, existem no país três tipos de boldo que são comumente cultivados e um quarto tipo que, apesar de não ser cultivado no país pode ser facilmente encontrado.

Por isso, é comum que, na hora de colher as folhas para realizar o tratamento muitas pessoas ficam em dúvida, sobre qual exatamente é o tipo e suas funções, e propriedades. Para resolver essa questão, explicaremos melhor sobre cada um deles, acompanhe.

1. Baiano – Vernonia condensata

Essa planta medicinal, também conhecida como assa-peixe, fel-de-índio, árvore-do-pinguço e alumã, é um arbusto de origem africana de porte médio, alcançando uma altura que varia entre dois e cinco metros.

Entre suas propriedades a que mais se destaca é seu efeito carminativo, capaz de aliviar dores causas por gastrites e úlceras. Motivo pelo qual essa planta é geralmente usada no tratamento de problemas gastrointestinais, azias, controle de gastrites, diarreias e dores de cabeça.

2. Brasileiro – Plectranthus barbatus

Essa planta também conhecida como boldo-silvestre, boldo-da-terra, boldo-de-jardim, tapete de oxalá e boldo-falso é um arbusto que pode atingir até dois metros de altura e também é originário da África.

Suas folhas aveludadas, possuem propriedades analgésicas e digestivas o que torna essa planta muito eficaz no tratamento de problemas digestivos como azia, má digestão e gastrite.

Além disso, ele também é eficiente em situações como ressaca, diarreia, hepatite, distúrbios intestinais, insônia, cálculos biliares, inapetência, externamente no combate a piolhos e muito mais.

3. Chinês – Plectranthus ornatos

Chamado também de boldo-miúdo, boldo-rasteiro e boldinho, essa planta resistente é de porte pequeno, atingindo uma altura máxima de 40 cm. Sua característica principal é o auxílio no tratamento de problemas de fígado e digestivos.

Além disso, essa planta medicinal pode ser usada no tratamento de icterícia, afecções no fígado e ainda conta com propriedades diuréticas.

4. Boldo-do-Chile – Peumus boldus

Popularmente conhecido como boldo-verdadeiro, essa planta é originária do Chile e muito rara em território nacional. Uma planta medicinal considerada de grande porte, em sua fase adulta ela pode atingir até quinze metros de altura.

Ele é famoso por suas propriedades diuréticas, estomáquicas, hepáticas, anti-inflamatórias, antifúngicas, antibacterianas, antiespasmódicas, antisépticas, depurativas, estimulantes, vermicida, antioxidantes e sedativa.

O que faz dele um excelente remédio para problemas como má-digestão, cardíacos, de fígado, intestinais e biliares. Sendo eficiente no tratamento de parasitas, inflamações, analgesias, retenção hídrica, má digestão e mais.

Benefícios do chá de boldo

Além de ser eficiente no tratamento de inúmeras doenças como mostrado acima, ele pode trazer uma série de benefícios a saúde, entre eles os principais são:

• Eliminação de gases estomacais e intestinais;
• Eliminação de líquidos;
• Melhora do funcionamento digestivo;
• Melhora dos sintomas da ressaca;
• Tratamento de problemas biliares;
• Calmante;
• Função fungicida, antibacteriana e antioxidante;
• Alívio de problemas relacionados a intolerância alimentar;
• E mais.

Existem contraindicações do chá de boldo?

Mesmo sendo indicado para diversos tratamento e não contando com efeitos colaterais, o consumo dele não é indicado para gestantes e pessoas que com obstrução da vesícula biliar.
Mulheres grávidas, especialmente nos três primeiros meses de gestação, correm o risco de sofrer abortos ao ingerir o chá.

Existem ainda outros tipos de chás que podem fazer mal na gestação e merecem uma atenção especial. Além disso, o consumo do chá dessa planta medicinal pode causar diarreias, vômitos e problemas relacionados ao sistema nervoso.

Como preparar o chá do boldo

Chá de Boldo

Independentemente do tipo do boldo, o chá pode ser preparado apenas adicionando algumas folhas da planta em uma xícara de água fervente e o chá pode ser consumido várias vezes ao dia.

One Response

  1. Serenna abril 14, 2019

Leave a Reply

20 − 9 =