Finasterida Funciona Mesmo [Veja Todos os Detalhes]

Um dos remédios mais famosos contra a calvície, a finasterida já é bem conhecida por aqueles que sofrem com esse problema.

O fato é que ele está disponível para a venda desde 188 e é amplamente receitado por médicos para ajudar a evitar o avanço da queda dos cabelos, seja ela por motivos genéticos ou hormonais. Além disso, ela ainda ajuda a recuperar as áreas calvas.

No entanto, existem relatos um tanto preocupantes e que acaba levando novos usuários a terem medo de fazer um tratamento com o remédio, por isso muitas pessoas estão preferindo usar o hairloss blocker que é um suplemento natural para queda de cabelo que não causa nenhum efeito colateral. Clique aqui para conhecer o site oficial do hairloss blocker.

Então, se você quer entender um pouco mais sobre esse medicamento, para que ele serve, seus efeitos colaterais e outros detalhes, continue lendo e descubra.

O que é finasterida?

Finasterida o que é

A finasterida nada mais é do que a forma genérica de um medicamento famoso chamado Propecia, amplamente utilizado para o tratamento da queda de cabelo em homens.

O melhor de tudo é que ele pode ser usado para o tratamento da calvície quanto para tratar a alopecia androgenética em adultos.

Nos casos de calvície, o medicamento atua diminuindo os níveis do hormônio DHT do organismo. Quando isso acontece, há um maior crescimento de cabelos aliado a um processo de queda mais lento.

Tem efeitos colaterais?

Sim e esse é um dos problemas que faz com que muitos homens não queiram fazer uso desse medicamento e fazer uso do hairloss blocker que não tem efeitos colaterias. O fato é que os efeitos colaterais decorrentes do seu uso podem ser bastante desagradáveis e variados, sendo que os mais comuns são os seguintes

  • Diminuição do desejo sexual
  • Dificuldade para obter ou manter uma ereção
  • Transtornos de ejaculação
  • Redução da quantidade de sêmen por ejaculação
  • Aumento na sensibilidade mamária
  • Erupções cutâneas

Quando os efeitos são mais leves, tendem a diminuir durante as primeiras semanas de uso. No entanto, se foram mais graves ou persistentes, é preciso consultar o médico que receitou o remédio para avaliar o uso.

No entanto, ainda podem haver efeitos colaterais um pouco mais graves, que acabam colocando o uso do medicamento em dúvida. São eles:

  • Sintomas depressivos
  • Inchaço em língua, rosto, lábios ou garganta
  • Dor no peito
  • Secreção no mamilo de homens
  • Incapacidade de micção
  • Dores nos testículos
  • Dor no peito
  • Dificuldade de respirar

Vale lembrar que esses efeitos podem ser graves e gera um risco aumentado de desenvolvimento de câncer de próstata.

Como usar a finasterida?

Como usar a finasterida

Obviamente, é somente o médico que pode determinar qual é a melhor dosagem, avaliando a necessidade e o histórico clínico do paciente de forma individualizada. Dessa forma, ele irá levar em consideração aspectos como os seguintes:

  • Idade
  • Estado a ser tratado
  • Gravidade do caso
  • Condições médicas
  • Reação expressada após a primeira dose

De uma forma geral, a dose recomendada é de apenas um comprimido de 1mg de finasterida por dia. Essa dose deve ser usada em tratamento de 3 meses ou mais, de acordo com caso e se os benefícios capilares forem observados.

Caso a melhora no quadro de queda de cabelo não seja percebida depois de 12 meses de tratamento, é preciso interrompe-lo definitivamente.

Quem pode usar?

A finasterida é um medicamento de uso exclusivamente masculino adulto, não sendo indicado para mulheres e crianças.

Os estudos realizados mostram a eficácia da finasterida em homens com idade entre 18 e 41 que apresentam perda de cabelo padrão.

Sendo assim, foi possível constatar que cerca de 86% dos usuários relataram melhora no quadro de crescimento dos cabelos.

Como usar com o mínimo risco?

A melhor forma de usufruir de todos os benefícios da finasterida, minimizando os seus riscos para a saúde, é fazendo a aplicação direta da substância nos folículos capilares.

Muita gente não sabe, mas existe a fórmula do produto em loção, creme e gel e são essas as melhores alternativas para ter um excelente efeito, mas sem os prejuízos que podem causar.

Vale lembrar, porém, que nenhuma dessas fórmulas foi testada ou tem a sua ação comprovada cientificamente.

O fato é que o uso da finasterida tem que ocorrer de uma forma que penetre nos folículos capilares de maneira deficiente, mas que não atue a nível sistêmico, evitando os efeitos colaterais sérios.

Pode comprar sem receita médica?

Não, a finasterida é um medicamento cuja venda está proibida sem que haja apresentação de receita médica. Por isso, é muito importante passar pela aprovação e recomendação de um médico antes de pensar em usar o produto. Essa é também a forma mais segura de obter os benefícios desejados. Mas a boa notícia é que o hairloss blocker não precisa de receita médica por ser um produto natural, se deseja saber mais sobre o hairloss blocker, Clique aqui e visite o site oficial dele.

Pronto, agora você já sabe um pouco mais sobre a finasterida, como funciona, para que serve e os possíveis efeitos colaterais que ela causa. Aproveite essas informações e boa sorte!

11 votes, average: 5,00 out of 511 votes, average: 5,00 out of 511 votes, average: 5,00 out of 511 votes, average: 5,00 out of 511 votes, average: 5,00 out of 5 (11 votes, average: 5,00 out of 5)
You need to be a registered member to rate this post.
Loading...

Leave a Reply

cinco + seis =