Kefir o Que é, e Para Que Serve?

Muita gente ainda não conhece, mas o kefir já é usado há muitos séculos e faz parte da história da humanidade, ganhando bastante forma nos últimos tempos.

O fato é que ele é uma rica fonte de minerais, vitaminas e também proteínas que são facilmente digeríveis. Além disso, ele é probiótico, o que significa que ele atua no organismo de forma a melhorar o seu funcionamento. Isso vale especialmente para o sistema imune.

Então, se você quer saber um pouco mais sobre ele, continue lendo e aproveite essa oportunidade para saber um pouco mais sobre o kefir. Vamos lá?!

Mas afinal, o que é kefir e Para que Serve?

Kefir o que é e para que serve

A versão mais popular que é encontrada por aí é o kefir de leite, que é uma bebida fermentada cuja origem data de muitos séculos atrás. O seu sabor é um pouquinho azedo e bastante refrescante, sendo usado como um substituto ao iogurte.

No entanto, segundo especialistas, o kefir é muito mais saudável e muito mais benéfico do que o iogurte, visto que possui uma grande quantidade de bactérias e leveduras do bem.

Esse alimento é produzido através da ação de microrganismos que estão presentes no que é chamado de grão de kefir. Uma curiosidade é que o nome dele vem da palavra “keif” que no idioma eslavo significa bem-estar.

Os grãos do kefir, por sua vez, são formados de leveduras e bactérias do bem.

A técnica utilizada na manipulação dos grãos leva a uma variação dos microrganismos que o compõe, bem como a origem dos mesmos, o tempo e o substrato.

Para quem nunca viu, o kefir é muito semelhante a um ramalhete de couve-flor, porém com uma consistência mais gelatinosa. O tamanho deles podem variar desde uma ervilha até o tamanho de uma noz.

São esses grãos que tem o poder de fermentar o leite, tornando-o um alimento probiótico.

Depois de um tempo, a bebida fica pronta e os grãos podem ser removidos com o auxílio de um coador, para que possa ser consumida. O kefir deve ser colocado em uma nova porção de leite para realizar o mesmo processo novamente.

Ele pode agir tanto em leites de origem anina, quanto em leites vegetais.

Benefícios

O principal benefício que podemos citar do kefir é que ele contribui com o  organismo restaurando a flora intestinal. Assim, ele é muito útil em casos de alergias alimentares e ainda atua promovendo uma desintoxicação do organismo.

Mais do que isso, seus benefícios são inúmeros, veja:

  • Ajuda a aumentar a imunidade
  • Desinflama o intestino
  • Contribui para o aumento da densidade óssea
  • Combate alergias e também a asma
  • Combate patologias inflamatórias do cólon
  • Ajuda a prevenir o câncer
  • Potencializa a digestão da lactose
  • Acaba com a candidíase
  • Limpa o organismo

Além disso, o kefir oferece uma série de nutrientes que são importantes para o bom funcionamento do organismo, tais como:

  • Cálcio
  • Ferro
  • Fósforo
  • Magnésio
  • Potássio
  • Sódio
  • Cobre
  • Molibdêni
  • Manganês
  • Zinco)
  • Vitaminas A
  • Vitaminas do complexo B
  • Vitamina C
  • Vitamina D
  • Vitamina E
  • Vitamina K2)

Isso tudo sem falar na presença de aminoácidos essenciais, tais como a metionina, cisteína, triptofano, fenilalanina, tirosina, leucina, isoleucina, treonina, lisina e valina.

 Pode ser consumido por intolerantes à lactose?

A boa notícia é que pode sim e, mais do que isso, pode ser muito benéfico para quem tem esse problema. Isso porque, quando é cultivado em leite, as bactérias do kefir promovem a quebra de praticamente toda a lactose.

Quando maior for o tempo de contato, mais quebrada a lactose será.

Além disso, quem tem intolerância à lactose tem a possibilidade de consumir o kefir cultivado em leite vegetal ou em água. Isso significa que ninguém precisa deixar de aproveitar os benefícios que ele pode oferecer.

Voltando a falar sobre o kefir cultivado no leite, o que acontece é que as bactérias do mesmo produzem a lactase, que é uma enzima que atua consumindo a maior parte da lactose do leite. É esse processo que faz com que ele tenha o sabor mais azedo.

Isso tudo quer dizer que até mesmo os intolerantes poderão consumir ele e se beneficiar com isso.

Como conseguir o kefir?

Quando está sendo cultivado, o kefir vai se reproduzindo e seu tamanho vai aumentando. Com isso, aumenta também a capacidade de produção dele.

Para ter o kefir, você precisa ter algum conhecido ou amigo que tenha sua própria colônia de kefir e possa doar uma parte para você.

Esse foi um dos motivos pelos quais o kefir se espalhou pelo mundo: ele cresce e se multiplica, tornando possível o seu compartilhamento.

Quanto consumir

A dose recomendada por especialistas é de 1 copo de 200 ml por dia. O melhor de tudo é que ele pode ser consumido de forma natural mesmo, ou em preparos de diversas receitas.

O kefir pode virar vitamina de frutas, maionese, molho de salada, iogurte grego e muitos outros.

No entanto, o fato é que essa dose da bebida por dia já é suficiente para que se possa aproveitar todos os benefícios que ele pode oferecer. Por outro lado, o excesso no consumo pode causar mal estar.

Pronto, agora você já sabe um pouco mais sobre o kefir, o que é, para que serve e como conseguir o seu. Aproveite essas dicas e adote esse hábito!

Leave a Reply

dezenove + 17 =