Microagulhamento – O que é, Para que Serve e Como Fazer [VEJA]

Para quem ainda não conhece, o microagulhamento nada mais é do que um procedimento estético que ajuda na remoção de manchas, cicatrizes de acne e rugas e linhas de expressão.

Tudo isso é feito, como o nome sugere, com microagulhas, que penetram na pele estimulando ela a se regenerar e formar novas fibras e também de colágeno. Isso ajuda a pele a ficar mais firme e renovada.

Esse tipo de tratamento pode ser realizado de duas maneiras. A primeira delas é com o uso de um pequeno aparelho chamado Dermaroller. A segunda forma é com outro aparelho, dessa vez automático, que se chama DermaPen.

Então, se você está interessado e quer saber como fazer o microagulhamento, seus benefícios e como ele pode ajudar, continue lendo e descubra todo o que você precisa saber.

Microagulhamento pode ser feito casa mesmo?

Microagulhamento em casa

De preferência, o microagulhamento deve ser feito em um local adequado e por um dermatologista, fisioterapeuta especialista e até por uma esteticista certificada.

O fato é que, mesmo sendo um procedimento considerado bastante seguro, sempre existe o risco de infecção cutânea. Por isso é que deve sempre ser realizado por um profissional experiente.

Mesmo assim, tomando as devidas precauções e cuidados, é possível sim fazer o tratamento de microagulhamento em casa. No entanto, nesse caso é preciso ficar bem atento à cicatrização da pele e cuidar para que não ocorram infecções.

No caso de um tratamento feito em casa, as agulhas do roller devem ter, no máximo, 0,5mm. Dito isso, veja os passos para fazer o microagulhamento em casa:

  • Limpeza: comece lavando muito bem a região da pele que será tratada. Para isso, use sabonete e água. Finalize passando álcool para desinfetar.
  • Anestesiando: o passo seguinte é aplicar um anestésico na região, como a xilocaína, e deixar agir por cerca de 15 minutos.
  • Aplicação da técnica: o passo seguinte é começar a passar o rolo na região da pele que vai ser tratada. O roller deve ser passado no sentido horizontal e no diagonal, sendo 5 vezes em cada região. Você pode começar pela testa e depois o queixo, que são menos sensíveis e deixar a bochecha por último.

Depois que tiver passado o roller em todas as regiões do rosto é preciso limpar o rosto novamente, usando algodão e água.

Depois, é importante aplicar um creme cicatrizante, que ajude a regenerar a pele que foi tratada.

Para finalizar, é preciso fazer a higienização do roller, deixando ele mergulhado em álcool 70% por dois minutos. Isso irá desinfetá-lo. Se quiser, pode secar o material em um papel toalha. Depois, guarde em um local bem seco.

É bastante normal que a pele fique bem vermelha depois de usar o roller. No entanto, ao lavar o rosto com água termal ou água fria e aplicar uma loção cicatrizante que seja rica em vitamina A, a irritação deve diminuir.

Para que o microagulhamento serve?

Esse tratamento é realizado a fim de estimular a produção natural de elastina e também do colágeno da pele. Dessa forma, ele pode ser indicado para as seguintes finalidades:

  • Ajudar a eliminar as cicatrizes que são causadas pela acne e por pequenas feridas.
  • Ajudar a diminuir os poros que estão dilatados na pele
  • Ajudar no combate de rugas e marcas de expressão, contribuindo para o rejuvenescimento da pele.
  • Ajuda a disfarçar as marcas de expressão e rugas, principalmente as que ficam do lado dos olhos e acima do lábio superior.
  • Atua clareando manchas da pele
  • Ajuda na eliminação e suavização de estrias

Como funciona a técnica?

Microagulhamento como funciona

No microagulhamento, as micro agulhas do roller vão penetrando na pele e vai causando micro ferimentos. São esses ferimentos que estimulam a pele a se regenerar, a aumentar a produção de colágeno, ácido hialurônico e elastina.

O melhor é sempre começar o tratamento com uma agulha menor, de cerca de 0,3 mm. Caso seja necessário, é possível aumentar o tamanho das micro agulhas para 0,5 mm, especialmente quando o procedimento vai ser realizado no rosto.

No caso da remoção de estrias vermelhas, cicatrizes mais antigas ou marcas mais profundas de acne, o tratamento deve ser feito por um profissional habilitado, que pode usar uma agulha de até 3mm.

Quando o microagulhamento não é indicado

Assim como qualquer procedimento estético, o microagulhamento também possui suas contraindicações, que são as seguintes:

  • Acne ativa com cravos e espinhas presentes
  • Infecção causada por herpes labial
  • Caso esteja fazendo uso de remédios com ação anticoagulante, como a aspirina ou a heparina
  • Caso tenha histórico de alergias à pomadas anestésicas
  • Quando há a presença de diabetes mellitus não controlada
  • Quando está passando por procedimento de radioterapia e quimioterapia
  • Caso possua algum tipo de doença autoimune
  • Em casos de câncer de pele

Nessas situações, a técnica de microagulhamento não deve ser realizada sem que haja a indicação de um dermatologista para isso.

Pronto, agora você já sabe um pouco mais sobre o microagulhamento, como funciona, para que serve e quanto ele é, ou não, indicado. Aproveite essas dicas e fique ainda mais bonita!

3 votes, average: 5,00 out of 53 votes, average: 5,00 out of 53 votes, average: 5,00 out of 53 votes, average: 5,00 out of 53 votes, average: 5,00 out of 5 (3 votes, average: 5,00 out of 5)
You need to be a registered member to rate this post.
Loading...

Leave a Reply

4 × 5 =