Óleos Naturais → [ Os 8 Melhores e Mais Benéficos do Mercado ] 🥇

Os óleos naturais podem ser muito nutritivos e também oferecem uma grande quantidade de propriedades benéficas para o organismo. Alguns são comestíveis, como os óleos vegetais, enquanto outros são utilizados com fins medicinais, como é o caso dos óleos essenciais.

Para quem ainda não sabe, os óleos naturais são apenas gorduras que são extraídas das plantas. Normalmente eles são extraídos das sementes, embora outras partes da planta, tais como galhos, raízes e folhas, também poderem ser uma fonte para essa extração.

Esses óleos naturais são compostos por trigliceróis, que é a junção de uma molécula de glicerol com três ácidos graxos. Como são quimicamente apolares, eles passam a ser insolúveis em água e solúveis apenas em solventes orgânicos.

O fato é que existe uma grande variedade para a extração dessa matéria prima e é justamente sobre eles que vamos falar hoje.

Então, se você está interessado e quer saber um pouco mais sobre esse assunto, continue lendo e descubra tudo o que você ainda precisa saber sobre eles.

Principais óleos naturais

Óleos Naturais

Como já foi dito, os óleos naturais são extraídos de plantas. Por isso, em grande parte das vezes, mantém todas as propriedades benéficas e também as vitaminas e minerais que cada planta oferece.

Justamente por isso que são tão utilizados, tanto na alimentação quanto em tratamentos variados.

O fato é que esses óleos naturais são uma excelente opção para quem deseja obter benefícios variados e melhorara sua saúde.

Então, vamos conhecer alguns desses óleos logo a seguir:

  • Óleo de semente de uva

Óleo de semente de uva

O óleo de semente de uva é extraído a partir das sementes da uva e não da fruta em si. O fato é que muita gente conhece os usos e aplicações da uva na produção de vinhos, sucos e alimentos, porém poucos sabem que suas sementes também podem servir para a extração de um óleo vegetal.

Esse óleo é extraído através da trituração e prensagem a frio das sementes, o que garante a manutenção dos seus benefícios.

Ele pode ser utilizado puro mesmo, como hidratante corpora, ou ainda misturado à cosméticos variados, tais como hidratantes corporais, sabonetes e outros.

Ele ajuda a melhorar a circulação no local, a aumentar a elasticidade dos tecidos e a restaurar o colágeno da pele. Também pode ser ótimo para hidratar cabelos mais ressecados e prevenir a queda.

  • Óleo de rícino

Óleo de Rícino

O óleo de rícino é aquele extraído da mamona, muito utilizado há um tempo atrás como um poderoso laxativo. No entanto, hoje ele também está bastante conhecido pelos benefícios que pode oferecer para as unhas, pele e cabelos.

Justamente por isso que ele já pode ser encontrado alguns produtos de beleza, porém com o seu nome em inglês, que é “castor oil”.

Esse é o único dos óleos naturais que possui o ácido graxo chamado ácido ricinoleico. Ele também oferece o ácido oleico, ácido linolênico e ácido linoleico.

Dentre seus principais benefícios, pode-se afirmar que ele ajuda a restaurar os cabelos, fazendo-os crescer mais fortes; atua na hidratação dos cabelos; age combatendo a caspa; ajuda contra a queda de cabelos; proporciona uma limpeza profunda do couro cabeludo, sendo essencial para o controle da oleosidade; e muito mais.

Ele pode ser utilizado puro, pode ser acrescentado a algum produto de tratamento capilar que você já tenha ou você também pode já comprar algum produto que venha com esse óleo em sua composição.

  • Óleo de cártamo

Óleo de Cartamo

O óleo de cártamo é um dos óleos naturais que contém o ácido graxo ômega-6 e é extraído da planta de mesmo nome. Além do ômega-6, que é essencial para o organismo, mas não é produzido por ele, o óleo de cártamo ainda oferece o ômega-9, importante para a função cerebral.

Ele também oferece uma boa quantidade de vitamina E e uma poderosa ação antioxidantes.

Seus fitoesteróis ajudam a controlar os níveis de colesterol e ajudam na diminuição dos triglicerídeos. Ele também é ótimo para quem possui diabetes.

O uso desse óleo ainda pode ajudar a aumentar a saciedade, potencializar a queima de gordura e atuar na prevenção do câncer.

Para isso, o óleo de cártamo pode ser consumido com temperos para saladas ou então no preparo de alimentos refogados, visto que pode ser aquecido. Uma outra alternativa é consumi-lo em forma de cápsulas.

  • Óleo de melaleuca

Óleo de Melaleuca

O óleo de melaleuca é extraído de uma árvore australiana chamada Melaleuca artenifolia, também conhecida como tea tree. Embora seja originária da Austrália, essa árvore também é cultivada na Ásia, Europa e América do Sul.

Seu uso já acontece há milhares de anos, sendo bastante comum na cultura aborígene australiana no tratamento de feridas e afecções de pele.

Isso porque ele possui ação antisséptica, antifúngica, anti-inflamatória e cicatrizante. Por isso, é utilizado como um coadjuvante no tratamento de caspa e acne, além de ajudar a limpar os dentes e eliminar o mau-hálito, acalmar a pele depois de uma depilação e acabar com os odores corporais.

Dentre os principais benefícios desse óleo, podemos citar então os seguintes: combate a acne, atuando contra as bactérias causadores das infecções da pele; reduz a caspa, ajudando a limpar profundamente o couro cabeludo; trata micoses de unha, graças aos seus efeitos fungicidas; pode ser um desodorante natural, ajudando a combater as bactérias que causam o mau odor do corpo; age contra o mau-hálito, ajudando a eliminar bactérias e fungos que causam problemas bucais.

  • Óleo de Girassol

Óleo de Girassol benefícios

Dentre os óleos naturais dessa lista, é possível que o óleo de girassol seja um dos mais conhecidos, visto que é facilmente encontrado em supermercados e bastante utilizado na culinária.

Ele é considerado especialmente benéfico na proteção das células corporais, visto que é rico em vitamina E e tem um poderoso efeito antioxidante.

Ele ainda pode contribuir para a formação hormonal, que é essencial para que o organismo funcione corretamente; ajuda contra problemas degenerativos; melhora a saúde do sistema cardiovascular e; ainda ajuda a controlar os níveis sanguíneos de colesterol.

No entanto, mesmo com todos esses benefícios, esse é um dos óleos naturais que possuem uma grande quantidade de calorias. Justamente por esse motivo é que ele deve ser consumido de forma moderada, isso é, uma ou duas colheres de sopa por dia, no tempero ou preparo das refeições diárias.

Dentre os benefícios, podemos afirmar que o óleo de girassol ajuda a proteger a pele do envelhecimento precoce, por causa da vitamina E. no entanto, quando aplicado diretamente sobre a pele, pode contribuir para sua hidratação.

Ele também pode ser aplicado nos cabelos, para deixá-los mais bonitos, brilhantes e saudáveis.

  • Óleo de linhaça

Óleo de Linhaça

O óleo de linhaça é um dos óleos naturais que possui uma maior concentração de ômega-3, que é fundamental para o bom funcionamento do organismo. Isso porque nenhuma planta possui uma concentração tão alta de ômega-3 como a semente de linhaça.

No entanto, claro, para que o óleo de linhaça possa ter todas essas propriedades, é preciso que a sua extração seja feita em um processo de prensagem à frio. Isso porque, quando aquecido, ele perde grande parte de seus benefícios.

O fato é que esse óleo pode oferecer uma grande quantidade de benefícios para o organismo, tais como: ajudar no tratamento da psoríase, acne e outras afecções de pele; melhorar a saúde de unhas e cabelos; ajudar no processo de diminuição de risco de câncer, retardando o envelhecimento celular; atenuar os sintomas da menopausa e da TPM; ajuda no emagrecimento, visto que ativa o metabolismo; outros.

Sem dúvida, esse é um dos óleos naturais que oferece muitos benefícios para quem o utiliza.

  • Óleo de olíbano

Óleo de líbano

O óleo de olíbano pode oferecer uma grande variedade de benefícios para a saúde de quem o utiliza, já sendo bastante usado há séculos, visto que existem relatos de sua presença em civilizações antigas.

Ele é um óleo natural extraído da resina de olíbano e possui compostos poderosos, com ação anti-inflamatória, além do ácido bowsélico, que ajuda a proteger as células.

Esse óleo também mostra uma interação com o sistema límbico e influenciar o sistema nervoso, contribuindo para a saúde de muitas formas.

Dentre seus principais benefícios, podemos citar os seguintes: contribui para a diminuição dos sintomas da depressão; combate dores e inflamações; atua contra o câncer e ajuda a atenuar os efeitos colaterais da quimioterapia; ajuda a melhorar a digestão; é adstringente, antibacteriano e antisséptico; ajuda a melhorar a memória; proporciona um aumento da fertilidade; promove o equilíbrio hormonal; deixa a pele mais saudável e bonita; ajuda a desintoxicar o organismo; e outros.

  • Óleo de amêndoas

Óleo de Amêndoas

O óleo de amêndoas, como o nome sugere, é extraído do fruto da árvore amendoeira, que é a amêndoa. A semente de amêndoa só é encontrada dentro do fruto dessa árvore, que pode ser um fruto doce ou um fruto amargo.

Então, as sementes dos frutos são utilizadas para a extração do óleo.

Nesse caso, as mais utilizadas para fazer óleo são as amêndoas doces, que oferecem uma grande variedade de benefícios para a saúde como um todo.

Já o óleo extraído do fruto amargo, possui propriedades tóxicas, o que limita muito o seu uso e aplicação.

Dentre os benefícios do óleo de amêndoas podemos citar o seu alto poder de hidratação, que é excelente para pele em áreas mais ressecadas, como cotovelos, pés e joelhos. Além disso, ele ainda é rico em vitamina A, B e E; ajuda a combater estriar; age na prevenção de rugas e linhas de expressão, deixa a pele mais macia e saudável; pode ser usado para recuperar cabelos danificados; ajuda a diminuir o volume dos fios; dá brilho e aumenta a maciez dos cabelos.

Pronto, agora você já sabe um pouco mais sobre os óleos naturais e pode escolher o que quiser para passar a fazer parte da sua rotina de autocuidado. Aproveite essas informações e boa sorte!

16 votes, average: 5,00 out of 516 votes, average: 5,00 out of 516 votes, average: 5,00 out of 516 votes, average: 5,00 out of 516 votes, average: 5,00 out of 5 (16 votes, average: 5,00 out of 5)
You need to be a registered member to rate this post.
Loading...

Leave a Reply

dezesseis + 1 =