Nesse irei te apresentar os melhores suplementos alimentares para que você possa ter uma vida mais saudável sem precisar fazer uso de remédios que pode prejudicar sua saúde.

Nem todo mundo come e vive saudável todos os dias. A última Pesquisa de Consumo de Alimentos do RIVM mostra que estamos comendo cada vez menos frutas e vegetais. Fazer o uso de Suplementos Alimentares pode ser aconselhável em alguns casos.

Os Suplementos Alimentares São Seguros?

Suplementos Alimentares

Nos Países Baixos, todos os suplementos alimentares devem cumprir os requisitos legais estabelecidos na Lei de Mercadorias. Além disso, um limite superior seguro foi estabelecido para um grande número de vitaminas; porque às vezes você também pode obter muito disso. Se não estiver lá, o Departamento de Informações sobre Vitaminas usa uma diretriz de no máximo 5 vezes por dia.

Quem Precisa de Vitaminas Extras?

Como mencionado, existem pessoas que podem usar uma ajuda extra. Pense em:

– As mulheres que estão grávidas
– As mulheres que amamentam
– Bebês e crianças até aos 4 anos
– Mulheres com mais de 50
– Homens com mais de 70 anos
– Pessoas que não recebem o suficiente para fora ou cobrem sua pele
– Pessoas com pele escura.
– Pessoas que vivem em uma casa de repouso ou de cuidados

Além disso, existem grupos que têm que prestar atenção extra aos seus hábitos (alimentares) devido ao maior risco de deficiência de vitaminas; (top) atletas, dieters , idosos, fumantes , vegetarianos, usuários de drogas e doentes. Um multivitamínico também pode ser uma boa adição para eles.

As Vitaminas Estão Incluídas Corretamente nos Suplementos Alimentares?

Existem diferenças na absorção da forma natural ou sintética das vitaminas. Por exemplo, a forma sintética da vitamina D, B5, B6, ácido fólico e vitamina B12 é melhor absorvida no corpo do que a forma natural. A vitamina E, por outro lado, é melhor absorvida no corpo em sua forma natural. Para as outras vitaminas, há pouca ou nenhuma diferença. Uma vez que as vitaminas tenham sido absorvidas pelo organismo, não há diferença entre vitaminas naturais e sintéticas.


Suplementos Dietéticos

Suplementos Dietéticos

 

Suplementos dietéticos são produtos na forma de pílulas, pós, gotas, cápsulas ou bebidas e destinados a complementar a dieta diária. Eles contêm vitaminas, minerais ou substâncias bioativas, tanto separadamente, como em uma pílula de vitamina C, ou como uma combinação, como em uma pílula multivitamínica.

Estas vitaminas sintéticas ou isoladas, minerais ou substâncias bioativas têm o mesmo efeito que as vitaminas e minerais que são naturalmente presentes nos alimentos e nas bebidas. No entanto, o corpo absorve os nutrientes nas pílulas mais facilmente do que os nutrientes dos alimentos.

A maioria das pessoas não precisa de suplementos nutricionais, porque já obtém nutrientes suficientes através de uma dieta variada. Apenas os grupos especiais que necessitam de nutrientes extras, como mulheres grávidas (ácido fólico e vitamina D), crianças (vitamina D) e idosos (vitamina D) claramente beneficiar de suplementos dietéticos.

Descrição

Suplementos alimentares são produtos que só contêm vitaminas, minerais e substâncias bioativas, como a pílula de vitamina C, ou como uma combinação de várias vitaminas e minerais, como em um comprimido multi-vitamina.

Na loja eles estão à venda em todos os tipos, tamanhos e marcas, destinados a complementar a dieta diária. Geralmente são comprimidos ou cápsulas, às vezes também gotas, pós ou bebidas. Aproximadamente eles podem ser divididos em 3 categorias:

  • Suplementos alimentares com apenas 1 vitamina ou mineral
  • Multisuplementos com uma combinação de vitaminas ou vitaminas e minerais. Por exemplo, um comprimido multivitamínico ou complexo de vitamina B.
  • Nutracêuticos: substâncias bioativas em um suplemento dietético.

Em suplementos são geralmente vitaminas sintéticas ou produzidas industrialmente, minerais ou substâncias bioativas. Estes têm o mesmo efeito que as vitaminas e minerais que são naturalmente na comida e bebida.

No entanto, o corpo absorve os nutrientes nas pílulas mais facilmente do que os nutrientes dos alimentos. A absorção de ácido fólico (vitamina B11) dos alimentos é, por exemplo, 30 a 50% menor que a do ácido fólico sintético (PMG).

A maioria das pessoas não precisa de suplementos nutricionais, porque já obtém vitaminas e minerais suficientes comendo de várias formas. Apenas para grupos especiais que precisam de vitaminas ou minerais extras, um conselho de suplementação se aplica porque eles precisam de mais dessas substâncias do que podem obter através da dieta habitual.

Na tabela a seguir, o conselho de suplementação para vitamina D, vitamina K e ácido fólico é mostrado por grupo.

Conselhos de suplementação (em microgramas por dia) Vitamina D Vitamina K Ácido fólico (vitamina B11) 
Bebês até 3 meses10150
Crianças até 4 anos10 –
Mulheres que querem engravidar (de pelo menos 4 semanas antes da concepção) –400 *
Mulheres grávidas (até 10 semanas de gravidez)10 –400 *
Mulheres grávidas (gravidez inteira)10 –
Mulheres amamentando –
Meninos / homens entre 4-70 anos que têm pele escura, ou pouco fora10 –
Meninas / mulheres entre 4-50 anos que têm pele escura, ou poucos fora10 –
Mulheres entre 50 e 70 anos10
Mulheres e homens de 70 anos20 –

* O ácido fólico na forma de comprimidos, por vezes, contém 500 microgramas por comprimido. Estes podem ser tomados com segurança para atender o conselho do suplemento.

Os vegetarianos são aconselhados a tomar vitamina B12 extra.

Além disso, existem grupos para os quais a suplementação com um suplemento multivitamínico ou mineral pode ser desejável, mas para os quais não existe aconselhamento oficial:

  • Pessoas idosas que comem pouco
  • Pessoas que comem unilateralmente (isso pode ocorrer entre outras coisas com alcoólatras)
  • Pessoas que seguem uma dieta extrema

Para esses grupos, é especialmente importante melhorar seu estilo de vida e ajustar o padrão alimentar.

  • Idosos: especialmente em idosos com infecções gastrointestinais, a absorção de vitamina B12 da dieta pode ser insuficiente. Porque a vitamina B12 de um suplemento é bem absorvida, para este grupo extra de vitamina B12 pode ser útil. 

Efeitos Na Saúde

Não há uma boa razão para tomar mais vitaminas do que a dose diária recomendada (RDA). Algumas vitaminas ou minerais podem ser muito prejudiciais, mesmo durante o uso a longo prazo. Isto aplica-se em particular às vitaminas A, D e vitamina B6, mas também aos minerais / oligoelementos, tais como cálcio, magnésio, zinco, cobre, iodo e selénio. A quantidade no rótulo é em relação ao ADH.

De muitas outras substâncias que podem estar nesses suplementos alimentares, como substâncias bioativas, a dose segura é muitas vezes desconhecida. Suplementos Alimentares que são vendidos na farmácia ou em supermercados são verificados e são seguros sob uso normal. No entanto, existem também suplementos alimentares para venda, por exemplo, via internet, nos quais substâncias ou substâncias indesejadas podem ocorrer em doses demasiado elevadas. Portanto, tenha cuidado e verifique as informações na embalagem.

Gravidez

 Demasiada vitamina A pode causar danos ao feto. As mulheres grávidas não devem, portanto, consumir mais de 3.000 microgramas de vitamina A por dia. É vitamina A de produtos de origem animal e suplementos. Porque há muita vitamina A no fígado, é melhor não comer isso durante a gravidez. O conselho para mulheres grávidas é não tomar suplementos alimentares com vitamina A (retinol, retina, acetato de retinol ou palmitato de retinol).

Antioxidantes

Suplementos alimentares dietéticos com altas doses de antioxidantes podem aumentar o risco de câncer. Este efeito foi encontrado para:

  • Mais de 15 miligramas de beta-caroteno por dia e o risco de câncer de pulmão
  • Mais de 15 miligramas de beta-caroteno em combinação com vitamina A ou vitamina E e o risco de câncer gastrointestinal

Também para outros suplementos com altas doses de antioxidantes (mas não para a vitamina C) há indícios de efeitos indesejáveis ​​no câncer e risco de mortalidade.

Concentrações muito altas de antioxidantes no corpo podem causar efeitos indesejados, chamados de pró-oxidantes. Então, o efeito oposto do efeito antioxidante esperado.

Nas doenças cardiovasculares, o uso de suplementos com antioxidantes não parece ter um efeito positivo, mas também negativo, no risco de doença.


Suplementos Para Emagrecer

Suplementos Para Emagrecer

O excesso de peso e a obesidade são uma questão séria no Brasil. Cada 2 em cada 3 adultos qualificam-se como “acima do peso”. Cada 1 em cada 3 adultos é obeso, o que significa que você é mais de 20% maior que seu peso ideal.

Isso significa que você está em maior risco de contrair doenças cardíacas e diabetes (níveis elevados de açúcar no sangue). Estar acima do peso ou obeso também o coloca em um risco maior numero de problemas nas articulações, como artrite e problemas nas costas.

É importante que você decida sobre um plano que funcionará para ajudá-lo a perder peso. Este plano deve incluir comer menos e incluir alimentos mais saudáveis, como frutas e legumes. Também deve incluir exercício regularmente. Algumas pessoas optam por incluir suplementos para perder peso como parte de seu plano.

Suplementos para perda de peso são itens pensados ​​para ajudar na perda de peso. Eles podem ser comprimidos ou líquidos. Esses suplementos alimentares funcionam de maneiras diferentes. Alguns ajudam a aumentar o seu metabolismo, que é a quantidade de energia que seu corpo usa para trabalhar. Isso significa que você pode queimar mais calorias para produzir energia todos os dias.

Outros suplementos fazem você se sentir menos fome. Isso torna mais fácil comer refeições menores e evitar lanches. Alguns outros suplementos impedem seu corpo de absorver as gorduras e os carboidratos que podem ser armazenados como gordura. Seu estilo de vida, sua saúde geral, suas metas gerais de perda de peso estão entre as coisas para pensar ao escolher um suplemento que é certo para você, enquanto você tenta cumprir suas metas de perda de peso.

Encontrando a Melhor Solução de Controle de Peso

Tem pessoas que carrega uma ampla seleção de suplementos de perda de peso que lhe dá muita escolha quando você decide sobre seu plano de perda de peso. Muitos dos nossos produtos são misturas de ervas, vitaminas e minerais.

Você deve sempre fazer sua pesquisa antes de iniciar qualquer suplemento de perda de peso. Certifique-se de entender como eles funcionam, de que são feitos e como podem afetá-lo. Converse com seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer decisão.

Você deve considerar seu histórico médico. Discuta seus medicamentos atuais, prescrições, sobre o balcão e outros suplementos alimentares que você pode tomar. Seu médico pode ajudá-lo a criar o melhor plano de emagrecimento para as suas necessidades, que inclui fazer escolhas inteligentes de alimentos, fazer exercícios regulares e usar um suplemento para perda de peso para suporte adicional.


Suplementos Para Engordar

Suplementos Para Engordar

Embora a perda de peso seja um objetivo muito comum, muitas pessoas realmente querem ganhar peso.

Algumas razões comuns incluem melhorar o funcionamento diário, parecer mais atlético e melhorar a capacidade atlética.

Normalmente, aqueles que querem ganhar peso devem se concentrar em ganhar músculos. Geralmente é mais saudável ganhar mais do seu peso como músculo do que como gordura.

Embora a comida e o exercício sejam mais importantes para ganhar músculos, os suplementos também podem ajudar fornecendo calorias e proteínas ou permitindo que você se exercite com mais intensidade.

Aqui estão 4 suplementos que podem ajudar você a ganhar músculo.

Proteína

 A maioria das pessoas sabe que a proteína é um importante componente muscular.

Vários estudos demonstraram um ganho muscular ligeiramente maior no exercício de adultos que consomem suplementos proteicos como parte de sua dieta.

No entanto, o fator mais importante é a sua ingestão diária total de proteína, e não a proveniente de alimentos ou suplementos.

Como recomendação geral, é recomendado que 10 a 35% das calorias diárias devam ser provenientes de proteínas.

Muitos cientistas concordam que uma ingestão diária de 0,6 a 0,9 gramas (1,4 a 2,0 gramas por kg) de peso corporal por dia é apropriada para apoiar o crescimento muscular em adultos ativos.

Se você é capaz de consumir essa quantidade recomendada de proteína de alimentos integrais, suplementos de proteína não são necessários.

No entanto, muitas pessoas consideram suplementos alimentares na forma de shakes ou barras uma maneira conveniente de encaixar mais proteína em uma agenda lotada.

Uma maneira de ajudar a determinar se você está ingerindo proteína suficiente sem suplementos é rastrear sua dieta em alguns dias típicos.

Também é importante perceber que fazer uma dieta rica em proteínas não causará ganho de peso, a menos que você consuma calorias suficientes em geral.

De fato, alguns estudos mostram que dietas ricas em proteínas podem promover a perda de gordura, possivelmente fazendo com que você se sinta mais satisfeito depois de comer e diminuindo a quantidade ingerida.

RESUMO  A proteína é muito importante para o crescimento muscular. O aspecto mais crítico é provavelmente o valor total que você consome a cada dia. Recomenda-se uma ingestão de 0,6 a 0,9 g / lb (1,4 a 2,0 g / kg). Sua ingestão de proteína pode vir de alimentos ou suplementos.

Creatina

A creatina é um dos suplementos mais pesquisados ​​e um dos poucos suplementos esportivos com forte suporte de pesquisa.

Esta molécula é encontrada naturalmente em suas células e em alguns alimentos.

Quando tomado como suplemento, o conteúdo de creatina nos músculos pode aumentar além dos níveis normais.

A creatina tem várias funções importantes em seu corpo, incluindo a produção rápida de energia.

Uma quantidade substancial de pesquisas mostrou que os suplementos alimentares de creatina podem melhorar o desempenho do exercício e o ganho muscular ao longo do tempo.

Enquanto vários tipos diferentes de creatina estão disponíveis, a creatina monohidratada tem a maior parte das pesquisas que a apoiam como segura e eficaz.

Ao tomar creatina, normalmente é recomendado começar com uma dose de ataque de aproximadamente 20 gramas por dia, dividida em quatro porções, por 5 a 7 dias.

Após este período inicial, uma dose de manutenção de aproximadamente 3-5 gramas por dia pode ser tomada indefinidamente.

RESUMO A creatina é um complemento para o ganho muscular e de peso. Muitos estudos demonstraram que isso pode ajudar a melhorar o desempenho do exercício e o ganho muscular ao longo do tempo. Vários tipos estão disponíveis, mas o monohidrato de creatina é atualmente recomendado.

Ganhadores de Peso

Para ganhar peso, você precisa consumir mais calorias do que seu corpo precisa para o funcionamento normal. No entanto, quanto mais você tem que comer pode variar entre as pessoas.

Os ganhos de peso são um amplo grupo de suplementos de alto teor calórico que são comercializados para aqueles que têm dificuldade em ganhar peso.

Semelhante aos suplementos alimentares de proteína, não há nada mágico sobre esses suplementos. Eles simplesmente são uma maneira conveniente para algumas pessoas obterem mais calorias.

Normalmente, os ganhadores de peso são muito ricos em carboidratos e ricos em proteínas.

Por exemplo, um suplemento popular contém 1.250 calorias, 252 gramas de carboidratos e 50 gramas de proteína por porção.

Embora acrescentar peso à sua dieta possa certamente aumentar o número de calorias que você está comendo, algumas pessoas acham desagradável o sabor e a consistência desses produtos.

Embora esses suplementos possam ser convenientes quando você está em movimento, outra opção é simplesmente comer mais alimentos de verdade, o que também forneceria outros nutrientes benéficos.

RESUMO Os ganhos de peso são produtos altamente calóricos que contêm grandes quantidades de carboidratos e proteínas. Estes produtos podem ajudá-lo a ganhar peso se adicionado à sua dieta normal, mas eles não são melhores do que comer mais comida real.

Suplementos Alimentares Para Melhorar o Exercício

Praticando Exercício Físico

Muito poucos suplementos, se houver, levam a um peso substancial e ganho muscular sem exercício.

No entanto, existem vários suplementos que podem ajudá-lo a se exercitar mais, o que pode levar a mais ganho muscular ao longo do tempo.

Cafeína

A cafeína é consumida amplamente em todo o mundo. Pessoas ativas costumam tomá-lo antes do exercício para melhorar o desempenho no exercício.

A pesquisa mostrou que a cafeína é realmente eficaz em melhorar o desempenho do exercício.

Por exemplo, pode melhorar a produção de energia, a capacidade do corpo de produzir força rapidamente, o que é importante para atividades como musculação, corrida e ciclismo.

Com o tempo, o exercício mais difícil devido ao consumo de cafeína pode levar a um melhor ganho muscular. No entanto, isso só ocorreria se calorias e proteínas adequadas fossem consumidas.

Citrulina

A citrulina é um aminoácido que é produzido em seu corpo e encontrado em alimentos.

Uma de suas funções é aumentar o fluxo sanguíneo para os tecidos do corpo.

Vários estudos descobriram que a quantidade de exercício realizado em uma única sessão pode ser aumentada ao tomar este suplemento.

Pesquisas de longo prazo são limitadas, mas este suplemento pode ajudar com o ganho muscular ao longo do tempo, se permitir que você realize um trabalho mais geral durante o exercício.

Beta-alanina

A beta-alanina é outro aminoácido produzido naturalmente em seu corpo. Entre outras funções, pode ajudar seus músculos a combater a fadiga durante o exercício.

Tomada como suplemento, a beta-alanina pode ajudar a melhorar o desempenho durante o exercício intenso que é realizado em sessões de um a quatro minutos.

Embora mais pesquisas sejam necessárias, há evidências de que a beta-alanina pode aumentar o ganho muscular durante o exercício.

HMB

Beta-hidroxi beta-metilbutirato (HMB) é uma molécula produzida quando o aminoácido leucina é degradado em seu corpo.

Essa molécula pode ajudar na recuperação após exercícios intensos e reduzir a quebra de proteínas musculares.

Embora resultados mistos tenham sido relatados, os suplementos alimentares de HMB podem melhorar a recuperação muscular e o ganho muscular, especialmente naqueles sem experiência prévia de treinamento.

No entanto, os estudos que mostram os maiores benefícios dos suplementos de HMB foram recentemente questionados, e mais informações são necessárias para esclarecer seus verdadeiros efeitos.

RESUMO: Existem vários suplementos alimentares que podem melhorar o ganho de peso e músculo ao longo do tempo, aumentando a quantidade ou a intensidade do desempenho do exercício. Alguns suplementos com tais possíveis benefícios incluem cafeína, citrulina, beta-alanina e HMB.

Prováveis ​​Suplementos Ineficazes

Suplementos alimentares que aumentam sua ingestão de calorias ou proteínas podem ajudá-lo a ganhar massa muscular quando combinados com um programa de exercícios adequado, tipicamente treinamento com pesos.

Outros suplementos alimentares que melhoram seu desempenho no exercício podem fornecer um estímulo maior ao qual seu corpo deve se adaptar. Isso pode levar a um melhor ganho muscular ou de peso ao longo do tempo.

No entanto, para a maioria dos suplementos, há poucas evidências que sugerem que eles podem aumentar o peso ou o ganho muscular por conta própria.

BCAAs

Não há dúvida de que os aminoácidos de cadeia ramificada (BCAAs) são críticos para o crescimento muscular.

No entanto, os BCAAs são encontrados em quase todas as fontes de proteína. Toda vez que você come proteína, provavelmente já está consumindo BCAAs.

Além disso, a pesquisa não suporta os benefícios dos suplementos de BCAA para ganho muscular.

Apesar de sua popularidade, esses suplementos são desnecessários para ganho muscular, se você está consumindo bastante proteína.

Hormônios de testosterona

O hormônio testosterona desempenha um papel importante nos processos anabólicos do organismo, responsáveis ​​pelo crescimento muscular.

hormônios de testosterona compõem uma ampla categoria de suplementos alimentares que pretendem aumentar este hormônio e produzir ganho muscular.

Ingredientes comumente encontrados nestes suplementos incluem tribulus terrestris, feno-grego, ácido D-aspártico, ashwagandha e DHEA.

No geral, a maioria desses compostos provavelmente não é benéfica para aumentar a testosterona ou o ganho de peso.

Um pequeno número de estudos mostrou possíveis benefícios para alguns ingredientes desses produtos, mas são necessárias mais evidências.

Alguns desses suplementos alimentares podem ser mais eficazes em pessoas com baixa testosterona. Independentemente disso, os reforços de testosterona normalmente não correspondem às suas alegações de marketing.

CLA

O ácido linoléico conjugado (CLA) refere-se a um grupo específico de ácidos graxos com possíveis benefícios para a saúde.

Resultados mistos foram relatados para os efeitos dos suplementos alimenatares de CLA no ganho muscular. Alguns estudos mostraram pequenos benefícios, enquanto outros não.

Vários estudos também mostraram que o CLA pode promover uma pequena perda de gordura, e é improvável que cause um aumento de peso, mesmo que uma pequena quantidade de músculo seja adquirida.


Suplemento Para Ganhar Massa Muscular

Suplemento Para Ganhar Massa Muscular

Se você se exercita regularmente, provavelmente quer ter certeza de que está aproveitando ao máximo.

Um importante benefício do exercício é ganhar força muscular. Ter uma boa quantidade de músculo permite que você tenha o melhor desempenho durante o exercício e a vida diária.

Três principais critérios devem ser atendidos para o ganho máximo de massa muscular: comer mais calorias do que você queima, consumir mais proteína do que quebrar e um programa de exercícios que seja desafiador para os músculos.

Embora seja possível atender a todos esses critérios sem tomar suplementos dietéticos, certos suplementos podem ajudá-lo a alcançar seus objetivos.

Os 6 suplementos alimentares listados abaixo podem ajudá-lo a ganhar mais músculo com seu programa de exercícios.

Creatina

A creatina é uma molécula produzida naturalmente em seu corpo. Fornece energia para os músculos e outros tecidos.

No entanto, tomá-lo como um suplemento dietético pode aumentar o conteúdo de creatina muscular em até 40% além de seus níveis normais.

Isso afeta as células musculares e o desempenho no exercício, promovendo o ganho muscular. De fato, uma grande quantidade de pesquisas mostra que a creatina melhora a força muscular.

Esta é uma boa notícia se você está tentando ganhar músculo. Maior força permite um melhor desempenho durante o exercício, levando a maiores aumentos na massa muscular ao longo do tempo.

A creatina também pode aumentar o teor de água nas células musculares. Isso pode fazer com que as células musculares inchem um pouco e produzam sinais para o crescimento muscular.

Além disso, este suplemento pode aumentar os níveis dos hormônios envolvidos no crescimento muscular, como o IGF-1.

Além disso, algumas pesquisas mostram que a creatina pode diminuir a quebra de proteínas em seus músculos.

No geral, muitos pesquisadores estudaram suplementos de creatina e exercícios, e uma coisa é clara – a creatina pode ajudar a aumentar a massa muscular.

A creatina também tem sido estudada extensivamente e tem um perfil de segurança excelente.

Se você estiver procurando por um suplemento para ajudá-lo a ganhar massa muscular, considere a creatina primeiro .

RESUMO: A creatina é provavelmente o melhor suplemento para ganho muscular. Muitos estudos confirmaram que isso pode ajudar a aumentar a massa muscular.

Suplementos Proteicos

Obtendo proteína suficiente é fundamental para ganhar músculo.

Especificamente, para ganhar massa muscular, você precisa consumir mais proteína do que seu corpo se desfaz em processos naturais.

Embora seja possível obter toda a proteína que você precisa de alimentos ricos em proteínas, algumas pessoas lutam para fazê-lo.

Se isso acontece com você, você pode querer considerar tomar um suplemento de proteína .

Existem muitos suplementos protéicos disponíveis, mas alguns dos mais populares são whey, caseína e proteína de soja. Outros suplementos protéicos contêm proteína isolada de ovos, carne bovina, frango ou outras fontes.

Pesquisas mostram que a adição de proteína extra via suplementos provoca um ganho muscular ligeiramente maior em pessoas que se exercitam do que a adição de carboidratos extras.

No entanto, os efeitos são provavelmente maiores para pessoas que não estão recebendo proteínas suficientes em sua dieta normal.

De fato, algumas pesquisas mostram que consumir quantidades muito altas de suplementos alimentares protéicos não ajuda a aumentar os músculos se você já está seguindo uma dieta rica em proteínas.

Muitas pessoas se perguntam quanto de proteína devo comer diariamente . Se você é um indivíduo ativo tentando ganhar músculos, 0,5 a 0,9 gramas de proteína por libra (1,2 a 2,0 gramas por kg) de peso corporal pode ser o melhor.

RESUMO: Consumir proteína suficiente é absolutamente essencial para um ganho muscular ótimo. No entanto, se você está recebendo proteína suficiente em sua dieta, tomar um suplemento de proteína é desnecessário.

Ganhadores de Peso

Os ganhadores de peso são suplementos alimentares projetados para ajudá-lo a obter mais calorias e proteínas. Eles são normalmente usados ​​por indivíduos que lutam para ganhar músculos.

Algumas pessoas acham difícil ganhar massa muscular, mesmo consumindo grandes quantidades de calorias e levantando pesos.

Embora o conteúdo de calorias dos suplementos para ganho de peso varie, não é incomum que eles contenham mais de 1.000 calorias por porção.

Muitas pessoas acham que essas calorias vêm da proteína, já que é tão importante para a construção muscular. No entanto, a maioria das calorias realmente vem de carboidratos.

Com frequência, são 75 a 300 gramas de carboidratos e 20 a 60 gramas de proteína por porção desses suplementos de alto teor calórico.

Enquanto esses produtos podem ajudá-lo a consumir mais calorias, é importante perceber que não há nada de mágico sobre os suplementos alimentares para ganhar peso.

Algumas pesquisas em adultos fisicamente inativos mostraram que aumentar drasticamente as calorias pode aumentar a massa magra como músculo, desde que você ingira proteína suficiente.

No entanto, pesquisas em adultos que treinaram com pesos indicaram que consumir um suplemento para ganho de peso pode não ser eficaz para aumentar a massa magra.

Em geral, os ganhadores de peso são recomendados apenas se você estiver lutando para comer comida suficiente e achar mais fácil beber um shake de ganho de peso do que comer mais comida de verdade.

RESUMO: Os ganhadores de peso são produtos altamente calóricos projetados para ajudá-lo a consumir mais calorias e proteínas. No entanto, eles são recomendados apenas se você se esforçar para obter calorias suficientes dos alimentos.

Beta-alanina

A beta-alanina é um aminoácido que reduz a fadiga e pode aumentar o desempenho no exercício.

Além disso, a beta-alanina pode ajudar a aumentar a massa muscular, se você estiver seguindo um programa de exercícios.

Um estudo mostrou que tomar 4 gramas de beta-alanina por dia durante oito semanas aumentou a massa corporal magra mais do que um placebo em lutadores de faculdades e jogadores de futebol.

Outro estudo relatou que a adição de um suplemento de beta-alanina a um programa de treinamento intervalado de alta intensidade de seis semanas aumentou a massa corporal magra em cerca de 1 libra (0,45 kg) mais do que um placebo.

Enquanto mais pesquisas sobre beta-alanina e ganho muscular são necessárias, este suplemento pode ajudar a apoiar o ganho muscular quando combinado com um programa de exercícios.

RESUMO: Abeta-alanina é um aminoácido que pode melhorar o desempenho do exercício. Algumas evidências mostram que também pode ajudar a aumentar a massa muscular em resposta ao exercício, mas mais informações são necessárias.

Aminoácidos de Cadeia Ramificada

Os aminoácidos de cadeia ramificada (BCAAs) consistem em três aminoácidos individuais: leucina, isoleucina e valina.

Eles são encontrados na maioria das fontes de proteína, particularmente os de origem animal, como carne, aves, ovos, laticínios e peixes.

Os BCAAs são extremamente importantes para o crescimento muscular e constituem cerca de 14% dos aminoácidos em seus músculos.

Quase todo mundo consome BCAAs nos alimentos todos os dias, mas também é muito popular tomar BCAAs como um suplemento.

Uma pequena quantidade de pesquisas mostrou que os BCAAs podem melhorar o ganho muscular ou reduzir a perda muscular, em comparação com um placebo.

No entanto, outra pesquisa mostra que os BCAAs podem não produzir maior ganho muscular naqueles que seguem um programa de exercícios.

É provável que os suplementos alimentares de BCAAs só o beneficiem se você não estiver ingerindo proteína suficiente de alta qualidade em sua dieta.

Embora eles possam ser benéficos se a sua dieta for inadequada, mais informações são necessárias antes que os BCAAs sejam recomendados como um suplemento para ganho muscular.

RESUMO:Os aminoácidos de cadeia ramificada são importantes para o crescimento muscular. Eles são encontrados em muitos alimentos, e não está claro se tomá-los como um suplemento é útil quando você já consome proteína suficiente.

HMB

Beta-hidroxi beta-metilbutirato (HMB) é uma molécula produzida quando o corpo processa o aminoácido leucina.

O HMB é responsável por alguns dos efeitos benéficos da proteína e da leucina na dieta.

Pode ser especialmente importante para reduzir a quebra das proteínas musculares.

Enquanto o HMB é produzido naturalmente pelo seu corpo, tomá-lo como um suplemento permite níveis mais altos e pode beneficiar os músculos.

Vários estudos em adultos previamente não treinados mostraram que tomar de 3 a 6 gramas de HMB por dia pode melhorar os ganhos de massa magra do treinamento com pesos.

No entanto, outra pesquisa mostra que doses semelhantes de HMB provavelmente não são eficazes no aumento da massa muscular em adultos com experiência de treinamento com pesos.

Isso pode significar que o HMB é mais eficaz para aqueles que estão começando com exercícios ou aumentando a intensidade de seus treinos.


Suplementos Vitamínicos Para Queda de Cabelo

Suplementos Para Queda de Cabelo

A queda de cabelo pode ser causada por fatores que variam de doença, medicação, dieta pobre, hormônios e excesso de estilo. Qualquer uma dessas causas pode interferir no ciclo de crescimento do cabelo e impedir que os folículos capilares desenvolvam novos cabelos. 

Perdemos em média 100-150 cabelos por dia, e o cabelo cresce a uma média de ½ polegada por mês. Mas quando você percebe queda de cabelo mais extrema ou retardou o crescimento do cabelo, poderia ser um sintoma de perda de cabelo. Para as mulheres, os sintomas da queda de cabelo podem ser queda de cabelo ou aumento gradual do couro cabeludo exposto no topo da cabeça. 

Para os homens, você pode encontrar uma careca crescente em cima de sua cabeça. Cerca de 50% das pessoas têm algum tipo de perda de cabelo aos 50 anos. Para os sintomas da queda de cabelo devido ao envelhecimento ou hormônios, a perda das mulheres tende a ser temporária, enquanto a dos homens é mais frequente. 

Mas não tenha medo, se os homens agirem cedo e tomarem suplementos alimentares para o crescimento do cabelo como o Hairloss Blocker, eles podem nutrir o cabelo ralo para evitar mais sintomas de queda de cabelo.

Sintomas de perda de cabelo podem causar estresse psicológico para as mulheres, especialmente porque a sociedade coloca uma ênfase tão grande em cabelos e cabelos bonitos como fonte de feminilidade feminina. Muitos homens e mulheres que têm queda de cabelo relatam sentimentos de depressão, autoconsciência e baixa auto-estima. 

Eflúvio Telógeno, Perda de Cabelo Natural e Vitaminas

A perda de cabelo causada por má alimentação é o eflúvio telógeno, uma condição temporária de queda de cabelo que faz com que os cabelos que estão normalmente na fase anágena (crescimento) sejam prematuramente empurrados para a fase telógena do ciclo de crescimento do cabelo, fazendo com que os cabelos caiam.

O eflúvio telógeno pode ser tratado durante vários meses. Trate a perda de cabelo naturalmente comendo mais vitaminas e suplementos alimentares, e minerais para queda de cabelo, como Vitamina C, Biotina, Niacina, Ferro e Zinco . Se você não pode obter esses nutrientes nos alimentos que você come, tente vitaminas para o crescimento do cabelo como suplementos para crescimento de cabelo.

Biotina Para Queda de Cabelo

A biotina, também conhecida como B7 ou H, é uma vitamina hidrossolúvel para a queda de cabelo. Demonstrou-se que a biotina promove o crescimento do cabelo, engrossa o fio do cabelo e previne a queda de cabelo. Se sua dieta não tem vitaminas B como Biotina, pode resultar em perda de cabelo e você deve tomar vitaminas para o crescimento do cabelo ou um suplemento de crescimento do cabelo como hairloss blocker para nutrir o cabelo fino com vitaminas do complexo B e outros nutrientes essenciais para o crescimento saudável do cabelo. 

A Dieta Pode Afetar a Perda de Cabelo?

As vitaminas da perda de cabelo, como Biotina, Niacina (Vitamina B3) e Vitamina C, e minerais para a queda de cabelo, como Zinco e Ferro, fornecem nutrientes capilares essenciais para nutrir os cabelos saudáveis ​​e mais longos. Comer o suficiente dessas vitaminas ajuda no crescimento do cabelo e pode ajudar a prevenir a perda de cabelo em homens e mulheres. 

Embora algumas causas de perda de cabelo, como quimioterapia, doença e medicação, só possam ser moderadamente afetadas por uma boa dieta de perda de cabelo, em muitos casos homens e mulheres podem ver grandes resultados após apenas 3-4 meses comendo mais vitaminas e minerais para crescimento dos cabelos. 

Promova o crescimento natural do cabelo comendo uma boa dieta da perda de cabelo. Aqui estão cinco dos principais alimentos para o crescimento do cabelo, incluindo nozes (que contêm ácidos graxos ômega-3, biotina, vitamina E e cobre), ostras (ricos em zinco), batata doce (ácidos graxos ômega-3, magnésio, fósforo, potássio, sódio, zinco e vitaminas A, B, C, K e E), ovos (uma boa fonte de proteína, além de biotina, outras vitaminas B, zinco, selênio, enxofre e ferro) e espinafre (ferro, beta- caroteno, folato, vitamina A e vitamina C).

Se você teme que você não esteja comendo o suficiente desses alimentos nesta dieta de crescimento capilar, experimente uma pílula de perda de cabelo ou suplemento para o crescimento do cabelo, como hairloss blocker, que contém ingredientes de origem natural e é livre de drogas. 

Como a Deficiência de Vitamina Pode Causar a Perda de Cabelo

Um bom regime de cuidados com os cabelos e dieta pode prevenir a perda de cabelo e promover o cabelo mais longo em combinação com vitaminas. 

Em muitos casos, a perda de cabelo é causada por deficiência de vitamina chamada eflúvio telógeno, que temporariamente empurra os cabelos da fase de crescimento do ciclo de crescimento do cabelo para a fase de repouso, causando perda de cabelo. 

O eflúvio telógeno é temporário e o tratamento consiste em ingerir mais vitaminas importantes que contribuem para o crescimento saudável dos cabelos. Você pode evitar a perda de cabelo devido à deficiência de vitamina ou outros déficits nutricionais, como minerais e proteínas, por ter um bom regime de cuidados com os cabelos e comer uma dieta bem equilibrada de alimentos para perda de cabelo.

Outra maneira de prevenir a queda de cabelo devido à deficiência de vitamina ou deficiência nutricional é tomar suplementos alimentares para o crescimento do cabelo, como hairloss blocker, que são livres de drogas e contêm ingredientes de origem natural.


Suplementos Para Impotência

Suplementos Para Impotência Sexual

Não há covarde no quarto como ter que voar a meio mastro, mas seus problemas de impotência provavelmente são mais comuns do que você pensa: mais de 30 milhões de homens brasileiros sofrem de disfunção erétil, e um em cada quatro que procura tratamento para DE está realmente sob o controle. 40 anos, de acordo com um estudo. Todos nós sabemos que há uma pequena pílula azul chamada power blue que pode consertar sua impotência sexual.

A disfunção erétil pode ser causada por um punhado de coisas, mas uma coisa é certa: você precisa de um suprimento saudável do neurotransmissor óxido nítrico (NO) para obter e manter uma ereção. O NO é produzido no tecido nervoso e ajuda a sacudir o Johnson, relaxando o músculo liso para que o sangue possa preencher o pênis. Após a liberação inicial de NO, seu corpo libera uma cascata de produtos químicos – incluindo mais do neurotransmissor – para ajudar a mantê-lo duro e feliz.

O problema surge quando o corpo não consegue produzir óxido nítrico suficiente para mantê-lo ativo. Mais como o Viagra corrigem esse problema, mas ervas, vitaminas e aminoácidos eliminam problemas de ereção muito antes de a pílula mágica aparecer.

Uma ressalva: Embora esses suplementos alimentares sejam naturais, as vitaminas e os aminoácidos podem interagir com outros medicamentos, por isso converse com seu médico antes de adicionar qualquer coisa à sua rotina diária – especialmente porque inúmeros estudos demonstraram que a DE está tipicamente ligada a problemas de saúde, incluindo doenças cardíacas.

L-arginina

L-arginina, ou arginina, é um aminoácido encontrado em carnes vermelhas, aves, peixes e produtos lácteos que ajuda a expandir os vasos sanguíneos e aumentar o fluxo sanguíneo. “O corpo usa este aminoácido semi-essencial como o principal bloco de construção para o óxido nítrico”.

Embora a razão por trás disso funcione, a pesquisa sobre o real efeito da arginina sobre a disfunção erétil é pequena. Mas, dado seu sólido perfil de segurança, efeitos colaterais mínimos e potencial benefício em doenças cardíacas, vale a pena tentar, acrescenta, especialmente quando tomado em conjunto com outras ervas da lista, que estudos mostraram ser mais eficazes.

No entanto, você pode realmente ser melhor ir um passo atrás na reação em cadeia e tomar um suplemento de L-citrulina. Enquanto seu corpo converte a L-arginina em óxido nítrico, ela também a metaboliza rápido demais quando o aminoácido é ingerido em um suplemento oral.

L-citrulina, que o corpo converte em L-arginina, é na verdade uma melhor opção para seguir a mesma via metabólica e servir como tratamento para disfunção erétil, o mesmo estudo encontrado.

Vitamina D

Foi descoberto que os homens que eram deficientes em vitamina D tinham 32% mais chances de ter problemas para conseguir o que aqueles com níveis suficientes, mesmo após o ajuste para outros fatores de risco. Na verdade, a conexão é tão comum. A vitamina do sol é crucial para manter as células endoteliais que revestem os vasos sanguíneos saudáveis.

Erva Daninha de Cabra

Apesar do nome, a erva daninha de bode realmente ajuda a melhorar sua ereção, não a libido. Botanicamente conhecida como epimedium, esta erva tem sido usada pelos chineses há séculos para tratar, entre outras coisas, baixa libido e disfunção erétil. “Um corpo crescente de pesquisas mostra que a icariina isolada – o extrato de epimedium – inibe a enzima fosfodiesterase-5 (PDE-5) e aumenta significativamente a sintase do óxido nítrico, ajudando a melhorar a função erétil”. Na verdade, esse é o mesmo mecanismo pelo qual o Viagra funciona (mas a erva vem com um nome muito melhor).

Vitamina B3 (niacina)

Uma dose diária de niacina melhora a função erétil, particularmente em homens com colesterol alto. A vitamina ajuda a aumentar o fluxo sanguíneo e reduzir a inflamação – uma das causas subjacentes do colesterol elevado e da disfunção erétil. “A vitamina B3 também é usada para fazer hormônios sexuais e outras importantes moléculas de sinal químico”. Como muitos dos outros na nossa lista, este comprimido é mais poderoso quando tomado em conjunto com os outros: Um cocktail de propionil-L-carnitina, L-arginina e niacina tomadas por três meses melhorou 40% das ereções em alguns pacientes de Roma, na Itália.

Ácido Fólico

Um estudo turco do ano passado descobriu que homens com DE moderado a grave tinham níveis significativamente mais baixos de ácido fólico do que indivíduos sem o problema. A vitamina B foi mostrada para estimular o óxido nítrico, o que explicaria por que uma ausência dela levaria a uma ausência de uma ereção.