Vitamina K → Para que Serve e Quais os Benefícios【SAIBA TUDO】

vitamina k para que serveA vitamina K faz parte do grupo de vitaminas lipossolúveis, ou seja, precisa de um meio de lipídeos (gordura) para ser absorvida. Ela se divide ainda em vitamina K1, vitamina K2 e vitamina K3, que podem ser obtidas pelo organismo de diferentes formas.

A vitamina K, também é conhecido como vitamina anti-hemorrágica. Ela recebeu a letra “K” como denominação graças palavra uma palavra do idioma dinamarquês, que é “koagulation”, ou seja, coagulação.

Para quem não sabe, a coagulação ocorre no organismo para evitar que um simples corte possa virar uma grande hemorragia, esvaindo todo o saNgue do corpo.

Vale lembrar que essa é uma vitamina de fundamental importância para o organismo, visto que além de ser importante para a coagulação do sangue, ela também ajuda a melhorar o processo de cicatrização e a saúde dos ossos.

Conheça agora, na sequência deste artigo um pouco mais sobre a Vitamina K.

Diferentes tipos de vitamina K

Como já foi dito, a vitamina K se apresenta em 3 diferentes formas, que são as seguintes:

  • vitamina K1: também denominada fitomenadiona, que pode ser obtida pela alimentação, presente em vegetais de cor escura. Ela é a principal responsável pelo processo de coagulação.
  • Vitamina K2: também denominada de menaquinona, essa vitamina é produzida por bactérias presentes na flora do organismo e pode ser encontrada ainda em alimentos fermentados. Ela contribui para a formação dos vasos sanguíneos e dos ossos.
  • Vitamina K3: também chamada de menadiona sintética, essa é a vitamina K produzida em laboratório, utilizada quando há necessidade de suplementar essa vitamina.

É muito importante entender que existem diferentes tipos de vitamina K, visto que cada um tem sua função específica no organismo.

Benefícios da vitamina K

A vitamina K é essencial para o nosso organismo, visto que ela atua em diversos processos. Por isso é que a sua ausência pode trazer consequências sérias para a saúde.

Então, vamos conhecer os principais benefícios da vitamina K que são cientificamente comprovados:

  • Contribui para a coagulação sanguínea: essa é uma vitamina essencial e indispensável na coagulação do sangue. Ela atua contribuindo para que as proteínas se transformem em substâncias coagulantes. Por isso ela tem uma relação com a melhora do processo de cicatrização.
  • Boa para os ossos: essa é uma vitamina fundamental para a saúde dos ossos, visto que ajuda na fixação do cálcio. Vale lembrar que o cálcio é essencial para a formação e manutenção da nossa estrutura óssea e também dos dentes. Em quadros de osteoporose relacionados com a menopausa, o médico pode indicar suplementação com vitamina K.
  • Bebês prematuros: no caso dos prematuros pode ser interessante realizar a suplementação com vitamina K, visto que há um maior risco de hemorragia espontânea. Embora seja uma opção, a suplementação em recém-nascidos ainda não é um consenso.

O fato é que ela é importante em todas as fases da vida, por isso é essencial buscar formas de obter essa vitamina.

Sintomas de deficiência de vitamina K

Primeiramente é preciso dizer que a deficiência de vitamina K é algo bastante raro, visto que ela pode ser encontrada em uma boa variedade de alimentos e ainda é produzida pela flora intestinal, que deve estar saudável para isso,

No entanto, no caso de falta da vitamina K no organismo, o principal sintoma é a dificuldade de estancar sangramentos, tanto no nariz quanto na pele, em feridas pequenas ou no estômago.

Mais do que isso, o enfraquecimento dos ossos é outra consequência dessa ausência.

As pessoas que usam medicamentos para reduzir a absorção da gordura no sistema digestivo ou que passaram por procedimento bariátrico apresentam uma maior possibilidade de terem deficiência de vitamina K.

Quando a suplementação com vitamina K é indicada

De uma forma geral, a suplementação com a vitamina K só deve ser feita sob prescrição e orientação de um nutricionista ou médico geral. Além disso, ela só é indicada quando é constatada uma deficiência da vitamina K no sangue que seja identificável através de exames de laboratório.

Mas antes de pensar em suplementação, conheça alguns dos alimentos nos quais você pode obter vitamina K:

De uma forma geral, o grupo de risco é formado por bebês prematuros, pessoas que fizeram cirurgia bariátrica e pessoa que usam remédios para diminuir a absorção da gordura no estômago, visto que a vitamina K é lipossolúvel.

O consumo em excesso tem riscos?

Segundo os especialistas, não seria muito fácil consumir a vitamina K em excesso através da alimentação. No entanto, no caso de uma suplementação mal orientada isso pode acontecer. O resultado pode ser uma estimulação excessiva da coagulação, aumentando o risco de trombose, por exemplo.

Justamente por isso que é tão importante é que a suplementação só seja feita sob a orientação de um médico nutricionista ou nutrólogo, contando com o devido acompanhamento posteriormente.

7 votes, average: 4,98 out of 57 votes, average: 4,98 out of 57 votes, average: 4,98 out of 57 votes, average: 4,98 out of 57 votes, average: 4,98 out of 5 (7 votes, average: 4,98 out of 5)
You need to be a registered member to rate this post.
Loading...

Leave a Reply

cinco × quatro =